23 maio 2011

vida.

Prefiro correr o  risco de partir  do  que  enferrujar.

Sem comentários: