19 junho 2011

aldeia #2

Ok, então isto de não ter net estável e rápida até pode ser chato.
É o que dá vir para aldeia e não ter um serviço ISP já instalado...enfim. Mas isto não chega para estragar o bom que a aldeia  tem. A paz, a calma. O mundo abranda. É possível respirar  =)
Adormecer com os sons dos animais nocturnos. Passar umas horas deitado lá fora perdido no meio do ceu estrelado. Viver aventuras em planetas diferentes, sociedades nunca antes vistas...isto tudo passado num breve momento. Esta é para mim uma das coisas fantásticas que a aldeia tem. Permite explorar ainda mais a nossa imaginação, a nossa creatividade.

E enquanto estou aqui deitado a sonhar acordado, há muita coisa a acontecer, um ouriço cacheiro passa por mim e fica a olhar...já o vi várias vezes, fico contente por ele ainda andar por estes lados =P Já é um velho amigo, hehe

Os gatos fazem do meu corpo um local de descanso...seja pelo conforto e calor do meu peito ou pela companhia...são gatos nunca saberemos ao certo...os morcegos voam pelo ar de forma quase caótica, apenas guiados pelas suas canções que não são para os nossos ouvidos. E mais...muitos mais animais que tornam a noite na aldeia fantástica =) Eu sei que muitas pessoas dizem que preferem o silencio da noite na aldeia do que o barulho da cidade...Mas isto não é silêncio...antes pelo contrário...parece uma orquestra. A vida grita e ruge em cada metro cúbico. Aqui o silêncio não reina, mas este barulho é natural. Para mim é natural. Cresci com ele. Soa bem. É como o bater do meu coração, faz parte de mim...faço parte dele. Adoro. E vou aproveitar estes momentos...em breve volto para a cidade e lá se vai o "sossego". Também tem o seu encanto, a cidade, não nego...mas a aldeia...hmm. Apenas quem já cá viveu sabe do que falo.

2 comentários:

Vanessa disse...

gosto... muito disso tudo =)

Paul d.C. disse...

=D
Pois, é muito bom...mas durou pouco. Agora já estou de volta ao nosso bom velho Porto...que também tem a sua magia =)