23 agosto 2011

one of those days...

Taken from here.
 It's one of those days...que a memória de quem já partiu está mais viva. Estão quase a fazer 2 anos que ela morreu. A melhor amiga que tive até hoje. Não, não éramos namorados e não tínhamos laços de sangue...mas o que nos unia é algo que ainda sinto da mesmo forma como sinto o vento na cara.  Talvez isso seja a causa destas nuvens cinzentas, a proximidade desta data.  Aceito a morte, mas a saudade por vezes custa...muito. Não fosse este um sentimento tão português mas ao mesmo tempo...comum a cada ser vivo.

Amigos assim são cada vez mais difíceis de encontrar. E repito para mim mesmo: "Isto passa...isto passa". E com o tempo aprendemos a lidar com estes sentimentos e compreendemos que nada dura para sempre.  Na verdade quem amamos nunca parte, quem amamos na realidade encontra um lugar para viver entre cada batimento cardíaco. Como o coração bombeia vida pelo nosso corpo, da mesma forma estas pessoas bombeiam força pela nossa vida, daí que eu acredito que o lugar delas é mesmo no coração.
Esse é o local especial para pessoas assim, tão especiais.


Mas a saudade continua a ser saudade...

3 comentários:

Carla disse...

A partida de alguém que nos é próximo e querido custa sempre. Uns dias mais outros menos. Aprendemos apenas a lidar com a ausência.
Muita força.:)
Espero que o dia vá sorrindo para esses lados. :)

Vanessa disse...

Tu consegues =) Continua a guarda-la no coração :)

Paul d.C. disse...

Obrigado pelas palavras Carla =)
É o lugar dela agora, Vanessa =)

São fases, como tudo na vida...tem os seus altos e baixos.
Have a great day girls =)