01 agosto 2011

Parabéns Paul

Domingo, 31 de Julho de 2011.

O dia começou às 7am, gostava que tivesse começado mais tarde (ainda estou a dever descanso ao meu corpo: duas directas e uma semana inteira a dormir 2h por noite...). Duche, pequeno-almoço bem rápido e fui apanhar o autocarro.
Duas horas mais tarde chego a Viseu, espero 30mins e chegam os meus Pais para irmos directos ter com o meu irmão (mais 3h de viagem). Ou seja, basicamente passei a manhã a andar de carro -_-"  Pode não ser dos melhores locais...mas passei esse tempo com os meus Pais, coisa que raramente faço e gosto de acreditar que são as pessoas que tornam os momentos especiais e não os locais.
Cheguei a casa do meu irmão e começamos a descarregar as coisas, muitos parabéns para aqui e para ali...entramos. E é quando, pela primeira vez vejo a minha sobrinha. Tão pequenina. Linda =D  Ok, pensei logo. Valeu a pena a viagem =)   começamos a falar e a preparar para o almoço. Coisas normais. No final, o meu irmão diz-me para pegar na pequenina...

big bro: Pega na M.
Paul: meu, nada disso...não pego em bebés...são muito pequenos e frágeis...eu sou desastrado...
big bro: Oh...deixa-te de coisas, não vais partir nada.
Paul: Sério, tenho medo.

Acabei por pegar...e a sério...foi...WOW =')   Pegar assim em alguém perto do peito, pelo que me disseram fiz tudo bem à primeira...deve ser natural, dizem -_-"
O melhor foi quando ela olhou para mim e começou a sorrir...opah...foi...inexplicável...sem dúvida: MELHOR PRENDA DE SEMPRE. Nunca pensei que pegar na minha sobrinha ao colo fosse a melhor prenda que podia ter =')


Não estava à estava...a sério que não. Mas foi fantástico. Agora quero MESMO ter filhos...dezenas deles =D

10 comentários:

Joana disse...

Oh, agora fiquei derretida. São mesmo as coisas mais fofinhas do mundo. :) E estás a ver, não custou nada pegar nela :)

Paul d.C. disse...

E tens razões para ficar derretida...foi tão fixe =D
Sim, não custou nada, mas tinha muito medo...eu sou muito desastrado...costumo dar cotoveladas, pisar, bater com a cabeça em todos os sítios...por isso tava cheio de medo...podia pegar mal ou deixar cair...mas quando peguei...desapareceu o medo. Foi lindo =)

c disse...

e não sabes como é pegar neles quando acabam mesmo de nascer e a alegria dos pais! depois quando voltares a pegar nela e com alguma perícia tenta colocá-la na vertical e perto do teu coração, mais para o lado esquerdo, eles gostam de ouvir o nosso coração. E também gostam de ficar de barriga para baixo, mas aí, não é para assustar, mas temos de ter cuidado para não tapar o nariz deles porque eles ainda não seguram a cabeça!
e eles gostam muito de ser olhados nos olhos, já li alguma coisa sobre a vinculação, aliás quase todos gostamos de ser olhados nos olhos ne?
já chega de informação :)

Paul d.C. disse...

Um dia devo pegar assim num bebé, acabado de nascer =D

Sim, eu peguei nela e encostei-a mesmo ao coração. Depois, passado uns segundos a olhar à volta, fixou-me nos olhos. E sorriu =)

eheh, por agora vou me ficar por segurar ao colo apenas. O meu irmão ainda me quis ensinar a mudar a fralda...mas apenas vi como se fazia...de longe =P

Marta Inês disse...

Confessa lá... Esse sorriso foi a melhor prenda de aniversario da tu sobrinha, não foi? :)

Beijinhos*

Paul d.C. disse...

Foi Mesmo =D

Adorei =)

Marta Inês disse...

Essa do dezenas de filhos, dizes isso porque não és tu a carregar com ele 9 meses! Senão tenho a certeza que ao primeiro mudavas logo de ideias :D

Mas depois quando tiveres um bebé com cólicas e com noites mal dormidas vais logo ponderar o assunto outra vez.

Beijinhos*

c disse...

Paul, satisfaz a minha curiosidade se quiseres contar... como é que conheceste o parkour? nunca pensei que se relaciona-se com alguns conceitos da medicina chinesa e com os conceitos de energia, equilíbrio... mas tem sua lógica porque ambos se baseiam na natureza?

Paul d.C. disse...

ahah, sim Marta tens razão. A "minha" parte é bem mais fácil, no inicio. Mas tambem vou passar 9 meses a fazer o melhor que posso =) O meu irmão já me contou sobre as noites mal dormidas, mas acho que valem a pena =) Talvez dezenas seja exagerado =P

c, já não me lembro bem onde ou como conheci. Provavelmente num vídeo no youtube (é um vício). E depois encontrei o forum nacional de parkour onde aprendi muito. O parkour segundo David Belle (um dos criadores) baseou-se no método natural. E esse método tem muita influencia da natureza. Treinar na e com a natureza. Existe uma área, que por vezes não é explorada, mas talvez a possas identificar com a medicina chinesa. Ao praticares Parkour, estás no fundo a conhecer os teus limites, o teu corpo. A compreenderes como a nossa mente funciona perante algumas situações. E assim compreendes melhor como o teu corpo funciona. Como é que algumas acções por consequência podem dar resultados inesperados. E a importância no equilíbrio mente-corpo.

Mas embora tenha muitos conceitos relacionados, ao escrever estou a colocar parte da minha experiência no parkour. Como é uma disciplina ou arte praticada por tanta gente pelo mundo fora, cada um explora como melhor sabe. Provavelmente outro praticante irá dar outra perspectiva. Mas basicamente roda tudo a usar o corpo e a mente =)
Poderás encontrar semelhanças porque adoro as artes orientais. Tanto a parte sobre artes marciais como o estudo do chi...daí ter alguma influência no que escrevo =)

Já escrevi muito, desculpa a enorme resposta...costumo escrever,escrever...escrever...=P
Espero que tenha respondido à tua pergunta =) E está sempre à vontade para perguntar o que quiseres, adoro perguntas.

...Ju... disse...

eu avisei que ela nao partia! ;)