08 janeiro 2012

Pés no chão.

Mais um texto enorme que escrevi durante o natal. Isto de se estar sem net dá tempo para outras coisas. O texto é longo (embora já tenha sido muito editado, tinha o dobro do tamanho quando o resolvi partilhar) mas toca num assunto que para mim, é importante.

O texto em aspas não veio de uma só pessoa. Veio de várias pessoas com quem às vezes falo e estas frases soltas (dentro do contexto) vão ficando. É algo assim:

"Passas o tempo a sonhar e andas sempre com conversas bonitas...mas um dia vais  ver as coisas como eu, um dia vais ter que crescer e encarar a realidade. As pessoas são más e não se pode confiar nelas. As coisas estão más e não vão ficar melhores. Tu não consegues mudar o mundo. Não percas tempo com discursos bonitos, porque não passam disso...palavras. Ou pisas ou és pisado. O resto é conversa. Por isso deixa lá esses sonhos de criança, porque não te fazem bem nenhum."

Porque é que uma pessoa que espera o pior e não acredita no amor é considerado adulto e maduro e uma pessoa que espera o melhor nas pessoas e acredita que o amor existe...é considerado imaturo e criança? Isto faz-me confusão e sim eu sei que não me chamaste de imaturo ou criança.

Quero dizer é que se todos vamos morrer e que o percurso é definido pela forma como encaramos a vida...porquê escolher um caminho pessimista, esperando o pior e não acreditar em coisas fantásticas? Porquê? Porque eventualmente vamos sofrer? Porque assim evitamos a dor? Com medo de nos magoarem? Buh-uh...como diz a minha irmã: "cry me a river". Se pensas que ter uma atitude negativa e não acreditar no amor te vai impedir de sofrer...então repensa bem essa ideia. Porque se o proteges demasiado da dor... ele vai atrofiar. E isso provoca um estrago bem pior do que a dor.

E as pessoas que neste momento sofrem, morrem...como é que sonhar pode ajudar nalguma coisa?

Acredito que se imaginar-mos o caminho para um mundo melhor, será mais fácil criar esse mundo melhor. Quando temos um objetivo bem traçado na nossa mente, se é algo com que sonhamos, então torná-lo realidade será mais simples. Mais acessível. É como construir uma casa com os planos já feitos. E não me digam que ser positivo é coisa de quem nunca sofreu na vida, não me digam que estar a sonhar é coisa de criança e perda de tempo. Isto ainda me faz mais confusão. Porque aceitar uma ideia geral de que não posso fazer nada e devo deixar as coisas mal...desistir de um mundo melhor...é coisa de crescido, de adulto. E querer acreditar e LUTAR para que as coisas sejam melhores, encarar as dificuldades e mesmo assim combater para tornar as coisas melhores é coisa de criança. Então que seja, olá sou o Paul e sou uma criança. "Não sabes o que é a vida... sou assim porque a vida me fez assim" NÃO, és assim porque escolheste ser assim, porque algures na tua vida, sofreste tanto que te levou a esquecer aos poucos todas as promessas que tinhas feito quando eras criança. Sofreste tanto que agora tens medo de voltar a sofrer com essa intensidade e a criança em ti, está algures numa canto do teu coração com medo. Não com medo de sofrer...mas com medo da pessoa que te estás a tornar. Então acreditas que o mundo é mau porque te fez sofrer e aceitas a ideia geral que se fores frio e não deixares as pessoas envolverem-se muito contigo irás sofrer pouco. Se não te expores muito, não sofres muito. Se não falares nestas coisas de criança, de um mundo melhor e da compaixão...então isso mostra que és adulto e forte. Assim evitas que as pessoas te julguem e ser julgado pelos outros ainda é algo que nos afecta. E tens medo de sofrer, como todos temos, é normal, nenhuma criatura que conheço gosta de sofrer. E só de pensar que podemos sofrer mete medo, queremos fugir dessas situações.

Já sofri, não nego e acredito que ainda vou sofrer mais. Já perdi demasiados amigos...e ajudei a enterrar alguns. Nalguns casos estive desarmado perante os pais deles sem saber o que dizer, a única coisa que tinha era um abraço e a partilha de lágrimas e as memórias de bons momentos. Ver uma criança sem esperança no futuro é algo que doi, que entristece. Já confiei em pessoas que apenas me usaram...enfim isto é apenas para quebrar a ideia de que os que nunca sofreram é que sonham com um mundo melhor, apenas queria mostrar que já sofri, que já errei...mas não vou usar isto para desculpar as minhas acções, nem sequer vou me juntar à crescente apatia do mundo. É claro que sonhar apenas não chega. É preciso acções, é necessária vontade, muita vontade e força para transformar estes sonhos em realidade e para isso é preciso sonhar. Gosto de imaginar um mundo melhor, gosto de acreditar que posso mudar o mundo. E nem me atrevo a pensar de outra forma, os meus filhos merecem um mundo melhor, "ela" merece um mundo melhor. Tu mereces um mundo melhor. Por isso vou continuar a sonhar e vou deixar o meu mundo invadir este. Aos poucos...e deixar que contamine as ideias...e os ideais de cada um. Se acreditar-mos que um mundo melhor é possível existir, então há uma hipótese de o criar...mas o que nos resta se nem somos capazes de sonhar com um mundo melhor?

5 comentários:

VerdezOlhos disse...

Deixar de acreditar no amor e que coisas fantásticas podem acontecer, não é evitar sofrer. É sofrer num outro sentido, numa dimensão diferente. Não amar, nem acreditar, não ser capaz dessas coisas é muito triste e incapacitante, cada vez acredito mais nisso. Não é bom, nem é menos doloroso, não amar, para não sofrer, não acreditar no amor, para não sofrer, não acreditar que é possível, só para não sofrer. Não será já tudo isso SOFRER!???

Não acredito que se sofra menos não acreditando, tendo esperança ou amando. Não se evita sofrer assim. Sofre-se de outra forma, não se deixa de magoar ou fazer doer a alma.

Por muito que passemos ou nos digam, deixar de crer, acreditar, desejar, querer, amar, sonhar não é nem nunca deve ser solução ou opção!

VerdezOlhos disse...

Quem, apesar de já muito ter passado e sofrido, ainda for capaz de acreditar, sonhar e amar é alguém "maior" de alma e de espírito. É preciso muita força para se conseguir tal coisa! Não deixes de ser assim, por muito que as vezes seja o que apetece

Vanessa disse...

paul... tu és capaz daquilo que tu quiseres :) nunca duvides disso! E isso não é ser criança nem imaturo... é ter coragem. Coragem de fazer aquilo em que se acredita. Coragem de enfrentar aqueles que por variados motivos se deixaram vencer e desistiram de acreditar que vale a pena lutar. E mesmo que a vida nos lixe e passemos pelo pior, há sempre duas formas de encarar as coisas. Pela positiva e pela negativa. E parece-me a mim que pela positiva há de ser sempre melhor :)

força aí =)

...Ju... disse...

claro que somos capazes de sonhar! se somos!
e também somos capazes de sofrer... se somos!
mas o ser humano é mais resistente do que se supõe à partida... eu própria já comprovei isso!

Lady Me disse...

"Porque é que uma pessoa que espera o pior e não acredita no amor é considerado adulto e maduro e uma pessoa que espera o melhor nas pessoas e acredita que o amor existe...é considerado imaturo e criança?" Como gostei desta frase! Eu também continuo a sonhar, por mais entraves que me apareçam. Tem que ser, se não acreditarmos num mundo melhor então acreditamos em quê? Se não houvesse pessoas com essa crença, de certeza que quem diz que a vida é mesmo assim, estaria ainda pior! O que vale, a energia positiva de uns salva a vida dos negativos, mesmo que eles não saibam!