12 janeiro 2012

pride.

Um dos meus defeitos é mesmo este. Ser orgulhoso. Tenho consciência disso e tento melhorar. Mas é algo que ainda me custa. E quando digo orgulhoso, quero dizer no sentido de ter a mania que posso fazer tudo sozinho. E nunca peço ajuda. Cresci a acreditar que quando queremos alguma coisa temos que lutar por ela. É uma das melhores formas para sabermos o quanto queremos algo e isso reflecte-se na intensidade da nossa luta. No entanto, algures pelo caminho comecei a tentar fazer tudo sozinho e esta ideia foi crescendo até neste momento ser-me dificil pedir ajuda para fazer alguma tarefa. Pelo menos à maioria das pessoas. Há alguns amigos, bons velhos amigos...que não tenho problema algum. Mas acho que aí é diferente.

Ontem, ao fim de muito tempo consegui finalmente aceitar ajuda de outra pessoa. Um amigo que me ajudou a estudar para uma cadeira. E embora me tenha sentido esquesito a tirar duvídas com ele, no final fiquei satisfeito.

Eu compreendo que não estou sozinho, nem sou anti-social. Embora não compreenda muitos comportamentos e atitudes em grandes grupos de pessoas, mas não é por isso que me vou refugiar. Embora que passar uns tempos numa cabana esquecida nalguma montanha soa-me a  uma excelente ideia. Nem acredito que me julgo melhor que os outros, aceito as virtudes e valores dos que me rodeiam. Aliás, aproveito para aprender com quem me rodeia. 
O trabalho em equipa, cada um fazer uma parte do trabalho, a cooperação...compreendo e dou muito valor a estes aspectos. Mas quando chega aquela altura de pedir ajuda... custa. E este tipo de orgulho...não gosto. 
Ainda não me livrei totalmente dele...mas aos poucos vou ganhando terreno. Como as grandes coisas que vamos fazendo na vida...vão-se fazendo aos poucos, mas tendo a certeza que ficam bem estabelecidas. 

Já passei a fase de compreender e aceitar que tenho esse defeito. Agora estou a trabalhar no ponto onde tento ser alguém melhor. Ninguém é perfeito, mas isso não nos deve impedir de tentar ser alguém melhor. 

Have a nice day =)

4 comentários:

bécas disse...

Curioso... Este texto podia ter sido escrito por mim :)

Vanessa disse...

eheh é também um dos meus maiores defeitos... tenho bem noção disso. Pedir ajuda é do pior, mas no meu caso é mais no sentido de "se os outros são capazes, eu também sou", ou então assume uma forma mais dissimulada e penso que "não quero estar a dar trabalho". Mas acho q tenho conseguido melhorar :) até porque eu gosto bastante de ajudar, e não me importo nada com isso, faz-me sentir útil, e quando é para estudar então até me ajuda porque ao estar a explicar estou também a compactar o que sei e a tornar as ideias mais claras para mim. Então tenho tentado aprender a receber também. Porque acaba por ser positivo para ambas as partes, nós que recebemos, e para a outra pessoa porque lhes estamos a dar a oportunidade de dar. E isso ás vezes é mais difícil do que simplesmente darmos e ajudarmos os outros.

bons estudos e s tiveres problemas com números, ask away :P não te garanto q t consiga ajudar, mas posso tentar =)

Kate disse...

Eu sou da opinião de que uma boa dose de orgulho até nem é mau de todo, na medida certa, como é óbvio...ajuda-nos a ser auto-suficientes, a passar por cima das adversidades e a valorizarmo-nos...

...Ju... disse...

identifiquei-me!