14 fevereiro 2012

1+1=1

cuddle
Hoje é o dia que tu queres que seja. Podes dizer o que pensas e pensar no que quiseres. Ninguém te vai julgar por isso e por aí passa a tua liberdade. Seja romântico ou consumista... ou apenas mais um dia. Terá o significado que queres que tenha. É o que eu penso.

As palavras, poemas e canções são bonitas e ajudam a expressar um estado... mas é apenas isso, uma ajuda. Não expressam o que realmente é, porque por mais que se aproxime do que é, fica sempre algo por dizer... fica sempre algo a faltar. Prefiro momentos, situações... para mim estas mostram o que nos faz vibrar. Como esta imagem, eles não precisam de palavras, nem canções ou prendas. Basta olhar para a ternura, a confiança que existe naquele toque e podemos ver que é mais do que alguma vez sentimos quando recebemos uma prenda. Aquela honestidade no toque, a entrega... há quem diga que os animais não sentem, logo não podem amar... penso que quem diz isto nunca viveu/conviveu com animais. Talvez até seja eu a tentar colocar emoções humanas nos animais... mas aqui estaria a fazer um dos grandes erros da nossa espécie... julgar que tudo existe por nossa causa.

Para quem tem namorada/o, que seja um dia feliz e que se repita pelo resto do ano, tomem atenção ao que fazem sentir na pessoa que amam, não pelo material que oferecem mas antes como conseguem tocar no seu coração. Não se limitem pelas prendas, chocolates e flores (embora estes dois últimos façam maravilhas =P ), mas tentem algo ousado, algo novo, algo que a/o fará vibrar de dentro para fora. A flor que está ao lado dela quando acorda com o cheiro do pequeno almoço que acabaram de fazer só para ela... o bilhete que escondem nas coisas dela para que ela o encontre durante o dia, explicar-lhe o tempo que o nascer do sol levou a percorrer a cara dela e como reflectia paz e serenidade. A massagem que lhe vais fazer... enfim, não vale a pena prolongar muito, todos sabem (ou deveriam saber) o que fazer.

E para quem não tem namorada/o, ainda temos os amigos =) Sim, somos esquisitos ou talvez estejamos a passar uma "fase" seja como for, nada de lamúrias e choros. Antes de podermos encontrar essa "tal" pessoa, temos que nos encontrar, ser felizes sós e só depois podemos verdadeiramente encontra essa figura fantástica que assombra os nossos sonhos mais pessoais. E por favor, não pensem que apenas serão felizes quando encontrarem essa "tal" pessoa. Ninguém tem essa responsabilidade senão nós. Depois de conseguirmos ser felizes sem influência externa, podemos partilhar esta felicidade com a outra pessoa e explorar um mundo lado a lado.

Aproveitem bem o dia, sejam lá quem forem e seja lá qual for a vossa situação. Divirtam-se e sejam felizes.  Agora (para os solteiros) vamos lá tentar aguentar um dia cheio de frases de amor e canções de promessas e mais promessas... até são engraçadas e boas de ouvir... mas preparem-se... vai ser um dia CHEIO disto.


Will you be my valentine?

2 comentários:

...Ju... disse...

as "fases" acontecem... vão e vêm!

há um ano, eu, que não sou particularmente fã do dia, tinha uma visão ainda menos bem disposta do propósito da coisa...

http://eraumavez1blog.blogspot.com/2011/02/para-o-famoso-dia-de-hoje.html

Paul d.C. disse...

Acabei de ler, muito sentido Ju. Já tive uma relação durante dois anos a longa distância. Ela em Marrocos e eu em Portugal. Mesmo assim reparava que havia pessoas mais próximas fisicamente, mas com uma enorme distância emocional... enfim. Compreendi o que disseste, não é nada fácil.

Já li o teu post (de hoje) e um ano depois pareces mais positiva com o dia =)