21 março 2012

árvore.

plant a tree.
Já devem ter reparado que hoje é o dia mundial da árvore. Em conversa com uma amiga devido ao um evento que vai ocorrer à hora do almoço na faculdade (vamos plantar uma árvore), lembrei-me do seguinte: Porque não plantar uma árvore sempre que queremos marcar um momento especial? Ou aniversário de alguém. Por exemplo no caso de uma relação (amizade ou algo mais) plantar uma árvore que irá crescer e tornar-se forte pode ser encarado como aquilo que esperamos que aconteça com aquilo que sentimos. Esta árvore pode ser semeada ou plantada e irá necessitar de atenção e cuidado. E o empenho que colocamos em ajudar a árvore a crescer irá ser importante quando uma tempestade ou seca chegar. Não é o mesmo com as relações? Não é necessário cuidado e algum trabalho? E esta dedicação e trabalho não vão marcar a diferença quando maus momentos chegarem? E se a "coisa" correr mal... ao menos plantaram uma árvore, sempre sai algo positivo disto tudo.

Parece-me algo melhor do que uma aliança ou outra prenda, além de ser bom para o ambiente. Vou tentar aplicar isto na minha vida. Já combinei com uma amiga para juntarmos um grupo de amigos e escolhermos uma árvore e um local para a plantar. Será como um símbolo da nossa amizade. Não estou a dizer que é necessário uma desculpa para plantar árvores ou "ajudar" a natureza, mas se somos seres de hábitos, porque não criar bons hábitos? Até se pode dar um nome à planta. E depois os casais sempre podem escolher o local e o tipo de árvore, algo que lhes seja mais pessoal.

Plantar uma árvore com alguém devia ser uma tradição bem enraizada na nossa cultura. Como se fosse uma forma de mostrar o que pretendemos com aquilo que cativamos. Que iremos lutar por algo robusto e sólido, mas ao mesmo tempo que seja flexível e resistente aos maus dias. Que seja um símbolo de vida.

Enfim, acho que é uma boa prática e vou começar a fazer isto.

Vamos plantar uma árvore? 


3 comentários:

...Ju... disse...

só é válido se houver empenho bilateral!!! caso contrário, não passa de uma ilusão...

mas gosto mais dessa ideia que das famosas ideias de alianças de namoro.

Anónimo disse...

Acho uma óptima ideia.

Um abraço

Pedro Ferreira.

Joana Laranjinha disse...

(Este está)