11 julho 2012

coisas...

A realidade é tão... não sei bem o termo correcto... hmm, irreal?

Quanto mais falo com as pessoas mais percebo que cada um de nós tem a sua própria forma de ver o mundo e acontecimentos. O acontecimento é o mesmo, mas a forma como cada pessoa o vê varia. Talvez um trajecto de vida diferente, ou estado de espírito... Penso que seja difícil termos uma visão imparcial. Esperem, não é difícil, requer paciência e compreensão. E claro, é necessário ter a vontade de aceitar que talvez a nossa forma de ver não está correcta, que talvez aquela pessoa até tinha os seus motivos para fazer o que fez, talvez agimos mal perante fulano X. Talvez aquela pessoa nem é tão má pessoa como pensamos...

Será que queremos isso? Será que queremos ver as coisas de outra forma, se isso implica dar razão a quem não gostamos? Será que ver as coisas de outra forma, leva a admitir que estavamos errados? E isso mexe com o nosso ego... com o nosso orgulho.

"Bahhh, o que é que as outras pessoas sabem da vida? Só eu sei o que passei, eu sei bem olhar para as coisas como elas são na realidade... sou diferente deles neste assunto."  Admito, há uns anos atrás já tive momentos em que disse estas coisas... agora compreendo como são parvas... irrelevantes e em pouco ajudam na comunicação. Devemos ter cuidado como olhamos para as coisas, tendo sempre em mente que podemos estar errados. Aliás, eu posso estar errado sobre tudo que escrevi neste texto, por isso vou tentar manter uma visão flexivel sobre a realidade e sobre as pessoas.

É claro que há coisas que são certas, se está a chover, todos dizem que está a chover. A diferença é que uns molham-se e outros sentem o divino prazer de serem beijados no corpo pela vigorosa força da vida presente em cada gota de água... isto tudo enquanto dançam.

Desculpem algum erro no texto ou assuntos misturados... estou a escrever a partir das urgências enquanto espero novidades. Sem dúvida que hoje é um mau dia para se estar doente.
Era algo em que estava a pensar e resolvi partilhar.

Sejam felizes.

2 comentários:

Miss Purple disse...

É sempre bom tentarmos colocar-nos no lugar das outras pessoas, mas há situações em que nem assim conseguimos compreender o que pensam/fazem.

Espero que melhores depressa ;-)

Paul d.C. disse...

Obrigado Miss Purple =) mas o doente não sou eu, no entanto as melhoras serão dadas =)