02 novembro 2012

Vegan powers =P

www.google.com =P


Ontem, 1 de Novembro, foi dia mundial do vegan. Não sei porque fizeram um dia para os veganos... mas olha, que seja. Raramente falo sobre esta minha opção que já dura 7 anos, excepto quando perguntam. Falo sobre receitas e outras coisas boas de se fazerem, mas quanto ao promover a dieta em si, é muito raro fazer isso. Isto porque julgo que as pessoas não gostam que lhes fale nisso. Devemos fazer as nossas escolhas, mas não devemos impor as nossas escolhas nos outros. Dessa razão, apenas falo sobre o veganismo e o que me leva a viver assim, quando me perguntam e quando reparo que a pergunta é sincera e não traz "água no bico". Já levei com perguntas, onde apenas queriam mostrar o que acreditam em relação a esta dieta... mentes com julgamentos pré-concebidos que apenas querem encontrar ou criar situações onde podem justificar as suas escolhas... bahhh.


Mas, aproveitando o dia de ontem, faço algo que raramente faço e partilho uma palestra que adorei e que considero muito boa. Fica para quem tiver curiosidade sobre o assunto.


Por vezes penso senão devia "publicitar" mais estas opções e o porquê delas. Ainda por cima quando tenho experiência dos efeitos que têm na saúde física e mental. Será um caso a ponderar, mas nunca... NUNCA impor as minhas escolhas nos outros. Talvez um dia escreva o porquê de ter optado por esta forma de viver =)


Bom fim de semana =)



Ah, o tal vídeo:



Se quiserem, tem com legendas numa catrefada de línguas.

3 comentários:

Vanessa disse...

eheh também raramente publicito essa minha opção de vida já que normalmente surgem argumentos parvos tipo "então e as plantas hein? também são seres vivos! essas não têm direito à vida?" e coisas do género. Mas ás vezes, como dizes, quando a pessoa parece genuinamente interessada em saber o porquê das nossas opções, lá falo sobre o assunto :)

Vanessa disse...

já agora... um link que me mostraram a algum tempo... e embora me faça confusão acredito que seja mais uma questão culturar.

http://www.ted.com/talks/marcel_dicke_why_not_eat_insects.html

Sara Matos disse...

Eu não sou vegan definitivamente, fui uma má vegan em tempos mas o meu organismo ainda sente a necessidade de ingerir pelo menos carne branca. quando tentei perdi muito peso e não comecei a gostar muito da brincadeira, adoro experimentar as alternativas vegan mas nunca implementei esse estilo de vida a fundo.
Oh well eu não como ovos...

Podias falar mais nisso, no que comes e não comes. Nas dificuldades do inicio e etc.