07 novembro 2011

perdoa.

Imagem

Eu sei que por vezes não é fácil perdoar quem nos magoou, ou nalguns casos encontrar força para nos perdoar-mos por algo que fizemos ou não fizemos.

Pensamos que é impossível perdoar alguém pelo que fizeram. Mas, embora custe senão perdoamos estamos a deixar que dentro de nós apareça um vazio, que a longo prazo irá mudar quem queremos ser e desta forma essa pessoa (ou o que ela fez) irá continuar a influenciar a nossa vida. Da mesma forma pensamos que não nos podemos perdoar por algo que fizemos ou não fizemos. E passamos o tempo a pensar nisso...e não largamos esse sentimento.Mas por vezes, fazer pazes connosco e largar essa dor é do melhor que podemos fazer. Eu sei que custa, eu próprio já passei por essa situação, é difícil. Custa. É como largar um vício. Mas carregar com esse sentimento, nutrir este tipo de emoções, más emoções em relação a uma pessoa, só nos faz mal. Não faz sentido que esse tipo de sentimentos reine a nossa vida, que dite como nos sentimos 24/7. Até chega a ser confortável, como se isso fosse uma fonte de força, mas essa força corroí, destrói quem a usa. Se alimentamos o nosso coração com más emoções ele não pode expressar boas emoções...no entanto se formos corajosos, fortes e alimentar-mos o coração com boas emoções, ele será saudável. Iremos sentir uma paz interior fantástica. Estaremos mais leves e sorrir será mais fácil. 

E depois há a parte de estarmos a desperdiçar o nosso tempo com coisas que não levam a lado nenhum, com coisas que não são produtivas nem nos fazem bem. E o tempo...o tempo é uma das coisas mais preciosas que temos, devemos ter muito cuidado como o usamos. E não me digam que perdoar é fácil para quem nunca sofreu, não é essa a questão. Todos nós já passamos por momentos onde fomos gozados, onde nos magoaram e nos fizeram sofrer...provavelmente enquanto lês até estás a pensar nesses momentos e nessas pessoas. Podes estar a pensar no quanto sofreste, mas isso faz parte do passado. Agora estás no presente, não uses o passado para desculpar o conforto da dor ou a falta de coragem para enfrentar os teus medos e seguir com a vida. Enquanto não fizermos paz com o que passou na nossa vida, estaremos presos. E há muito mais na vida para se viver. Há muito mais do que essa dor, temos ainda tanto para ver e aprender...mas deixamo-nos perder nestes labirintos deprimentes. E enquanto ocupamos o coração com esse tipo de sentimentos, outros sentimentos que podiam entrar e aquecer, curar não têm espaço. Larga isso, descola essa porcaria que te turva a vida.


Imagem

Perdoar traz Paz interior, não estou a dizer que a vida corre melhor, mas que obtemos uma nova perspectiva. Tiramos esse peso dos ombros, essas correntes que nos condicionam os movimentos. Ficamos mais perto de atingir o nosso Equilíbrio. 



Cuidado, perdoar não é permitir que nos magoem, mas sim dar a nós mesmos a capacidade de seguir com a nossa vida, estamos a criar a oportunidade de crescer e seguir em frente, aprender que dentro de nós existe uma força mais forte do que aquilo que nos tenta deitar abaixo. Perdoar não é dar razão, perdoar é limpar o coração daquele óleo viscoso que nos entope o espírito e deturpa a visão. E ao perdoar estamos a retirar a capacidade que algumas pessoas têm para nos ferir. Enquanto não as perdoamos, elas irão continuar a influenciar a nossa vida de forma negativa... e estaremos a dar importância a essas pessoas.

Compreendo que isto seja um assunto delicado e não é com um pequeno texto que vou abordar todos os pontos importantes, apenas quis falar sobre o tema. E se possível a quem ler, que pense no assunto. Existem muitos mais coisas para se falar sobre isto, talvez noutra altura volte a falar sobre o assunto, mas por agora vou apenas partilhar o que aprendi por experiência. Quando encontram força para se perdoarem por algo que fizeram (ou não fizeram) ou para perdoar uma pessoa que vos magoou numa proporção que julgavam que seria impossível a perdoar...acreditem, a vossa vida irá ter novas cores...irá literalmente mudar. Para o melhor. Acabamos por compreender que somos todos humanos...todos falhamos. É o que quero partilhar, quero que saibam que é possível perdoar o que noutra época julgamos imperdoável e sim, é bom...faz-nos bem. A nós, aos que conhecemos e ainda vamos conhecer. 

Imagem


Sim, eu sei que não é nada fácil...mas vale a pena.
Free yourself. 





4 comentários:

Sara Matos disse...

Li num livro que perdoar é importante para mais tarde te perdoares a ti mesmo e alcançares a paz e harmonia interior.
Nesse mesmo livro ( eu nem vou comentar que raio de livro é este) diz tambem que deves perdoar, porque tal como tu também os outros estão a aprender e a crescer, portanto se não perdoares estas a impedir uma nova aprendizagem.

Perdoar tambem nao significa esquecer. isso tambem é importante.

...Ju... disse...

e tu consegues? se sim, admiro-te muito!

eu perdoo. geralmente reconheço que sim, mas será que esqueço completamente? a eterna dúvida...

Paul d.C. disse...

Até agora tenho conseguido...leva muito tempo. Estive durante muito tempo convencido que não o podia fazer, que ao perdoar o que foi feito, era como se o que tinha acontecido não tinha importância nenhuma. Quando o fiz e larguei este sentimento...foi como se tivessem tirado um fardo de cima de mim.


Só porque perdoamos não quer dizer que deixamos que essa pessoa nos magoe novamente.

...Ju... disse...

estas num estadio mais avançado que eu! admiro-te por isso!