26 março 2012

kids.

Este Domingo passado fui passar uns bons momentos na Mostra de Ciências da Uuniversidade do Porto (Pavilhão Rosa Mota). Tinha planeado chegar lá por volta das 11h e sair por volta das 13h, mais coisa menos coisa.
Pois sim... Comecei na banca de Química, cumprimentando alguns amigos e ver o que por lá tinham, logo a seguir a de eng. química, depois passei pela de Biologia (obrigado Vanessa pelas informações e parabéns, tens jeito para explicar =)  ), adorei conhecer os cantos de tantos anfíbios e conhecer as rãs e salamandras que eram/são lindas =)
Na de nutrição explicaram-me muitas coisas sobre alguns alimentos, gostei da honestidade e frontalidade e ainda aproveitei para confirmar algumas das fontes que uso para saber os nutrientes presentes nos alimentos, a professora disse-me que estava a usar boas fontes e ainda me aconselhou outras. Ah e no final ofereceu-me uma maçã =) Eu adoro maçãs =D
Depois vi um holograma na banca de física (AWESOME, parecia que estava num filme de ficção cientifica O_O ), cheirei alguns vinhos, recebi explicações de uma menina muito, muito simpática de eng. do ambiente que tenho muita pena de não ter perguntado o nome (o Paul é um idiota), voltei à banca de química onde meti 20€ em chamas, sim em chamas. Trata-se de uma experiência onde se embebe um pedaço de papel em alcool e depois acende-se, na banca estavam a fazer com tiras de papel, até o meu bom amigo Fábio (obrigado pela correcção =) ) ter proposto fazer com dinheiro. Aproveite e usei uma nota que trazia comigo à minha responsabilidade. Resultou (como esperado), a nota ficou em chamas e depois apagaram-se (consumiu o etanol todo) e fiquei com a nota impecável =)  Mas isto foi apenas umas das coisas... não vou explicar tudo que fiz em cada banca, visto que fiquei por lá das 11h até às 17h40 sem comer. Mas acreditem que eram raras as vezes que me lembrava que não tinha comido pois o entusiasmo era tanto, tanta ciência, tanta gente a exlicar tanta coisa, a demonstrar tanta coisa e tanta gente interessada... estava em êxtase... parecia uma criança na Disneyland, a parar em cada banca a perguntar tudo e mais alguma coisa, a absorver tudo. Foi tão bom, adorei =)  Valeu a pena as 7h em pé e sem comer. Sem dúvida.
Gostei de ver pessoas com a mesma paixão pelo que fazem... adoro, ADORO ver pessoas a falar do que gostam com paixão, com garra, com aquele brilho nos olhos...


Há outro ponto que gostei, gostei de ver pais com os filhos a mostrar algumas coisas. A ajudar a estimular a curiosidade. Fiquei contente porque o que costumo ver é dizerem às crianças para estudar e aplicarem-se nas aulas e tentar criar interesse pelas aulas... podemos dizer às crianças para estudarem, para lerem mais... e dizer que isto os vai ajudar na vida, podemos fazer isto as vezes que quisermos. Mas as crianças não são parvas, as crianças observam como um país pára quando um ou outro club de futebol joga, elas veêm como todos os canais de tv tornam um comentário de este ou daquele treinador o centro das notícias, elas reparam como a vida dos "famosos" inunda as conversas de família. Elas são muito mais espertas do que normalmente julgamos. Elas veêm como damos atenção a coisas que lhes dizemos serem irrelevantes.


E enquanto não mudarmos a nossa atitude em relação a isto, enquanto não dermos mais atenção a quem realmente faz algo de bom pela sociedade, a quem realmente luta para tornar este mundo um sítio melhor, enquanto não falarmos no sacríficio de tanta gente que é mal reconhecida e que salva vidas diáriamente, enquanto não nos reunirmos para assistir a programas que provoquem a curiosidade, enquanto não aplicarmos tempo bater palmas as quem as merece por direito, enquanto não mostrarmos que a arte ou a ciência é interessante e que também gostamos, enquanto não discutirmos assuntos importantes de forma adequada com elas... elas, as crianças, embora escutem o que as pessoas dizem, acreditam mais no que os olhos lhes dizem... e isso ainda não está de acordo com as nossas palavras.


Pronto, mas nem tudo é mau. Gostei de ver por lá tanta criança com tanto entusiasmo =)  Vá e adultos também. Foi engraçado ver pais igualmente atentos e curiosos como os filhos. Espero que um dia eu seja um pai que se preocupe de igual modo com os pequenotes. Espero mesmo que sim. Eles merecem =)

1 comentário:

Vanessa disse...

eheh de nada ;) e obrigada ^^ eu gosto de explicar e tentar contagiar os outros com o fantástico mundo dos bichinhos :D